Home | Empresa | Serviços | Fotos | Produtos | Diferenciais | Categorias | Parceiros | Contato |
 
 
 

Girassol usado como adubo verde.
 

A grande importância da cultura do girassol no mundo deve-se à excelente qualidade do óleo comestível que se extrai de sua semente.
O Girassol é uma planta originária das Américas, que foi utilizada como alimento, pelos índios americanos, em mistura com outros vegetais.
No século XVI, o girassol foi levado para a Europa e Ásia, onde era utilizado como uma planta ornamental e como uma hortaliça.
É um cultivo econômico, rústico e que não requer maquinário especializado,tem um ciclo vegetativo curto e se adapta perfeitamente a condições de solo e clima pouco favoráveis.
O girassol por ter suas raízes do tipo pivotante, promovem uma considerável reciclagem de nutrientes, além da matéria orgânica deixada no solo,as hastes podem originar material para forração acústica e junto com as folhas podem ser ensiladas e promove uma adubação verde.
Também usado em adubação verde, devido a seu desenvolvimento inicial rápido, à eficiência da planta na reciclagem de nutrientes e por ser um agente protetor de solos contra a erosão e a infestação de invasoras(plantas daninhas).
O girassol pode ser plantado praticamente durante o ano todo, por ter boa resistência à seca e à geada.
Produz de 4 a 15 toneladas de massa seca por hectare após 60 a 80 dias da semeadura, dependendo da época de plantio e da fertilidade do solo.
De preferência cultivar o girassol que tenha boa rusticidade, precocidade, alta capacidade de produção de massa e baixo custo de sementes. A CATI desenvolveu, testou e oferece aos agricultores a opção de plantio do cultivar tipo variedade CATISSOL 01, que reúne todas essas características.
A adubação verde é a prática de se plantar uma ou mais espécies vegetais em rotação, deixando-as em superfície ou incorporando-as ao solo, visando à proteção e à melhoria de suas características físicas, químicas e biológicas.
Sua utilização oferece diversas vantagens, principalmente aquelas relacionadas à melhoria da fertilidade do solo e à diminuição da incidência de plantas daninhas.
Por possuir sistema radicular pivotante e bastante profundo, recicla muitos nutrientes, melhorando as qualidades química, física e biológica do solo.
Tem baixo custo de instalação, pois o gasto de sementes por hectare é pequeno. Na maioria dos casos não necessita de adubação química, quando a finalidade é a produção de massa para fins de adubação verde.
 

 

 
 
Brasil Paisagismo, Todos os direitos reservados 2010.