Home | Empresa | Serviços | Fotos | Produtos | Diferenciais | Curiosidades | Parceiros | Contato |
 
 
 
 
ABC das Frutíferas, letras J, K & L

Nome popular: Jabuticaba.
Nome cientifico: Myrciaria cauliflora.
Luminosidade: Pleno sol ou meia-sombra.
Porte: Até 6 metros de altura.
Frutos: Setembro a Dezembro.

A jabuticaba tem um formato arredondado e uma coloração roxo-escura. Sua polpa branca possui algumas pouquíssimas sementes e é de sabor doce e grandemente apreciado. As jabuticabas surgem nos meses de agosto a setembro e de janeiro a fevereiro. A safra, embora dure pouco, é abundante. Existem cerca de 12 a 15 diferentes espécies de jabuticaba. A mais comum delas é a Sabará, sendo essa espécie, grandemente produtiva e a mais apreciada. Além dessa, outras espécies muito cultivadas são a Paulista, Branca, Rajada e Ponhema.

Nome popular: Jambo.
Nome cientifico: Eugenia malaccensis.
Luminosidade: : Pleno sol.
Porte: Até 15 metros de altura.
Frutos: Janeiro a Maio.

Os jambeiros são belíssimas árvores. Embora não sejam originárias da América, aclimataram-se tão bem às condições do trópico americano que parecem nativas da terra. Nas regiões Norte, Nordeste e Sudeste do Brasil é raro um pomar sem pelo menos um jambeiro. Embora todos eles tenham o mesmo nome - jambo não se trata de variedades de uma mesma fruta. Seu parentesco é talvez o mesmo parentesco que existe entre a jabuticaba e a pitanga, também Mirtáceas como todos os jambos. O mais conhecido dentre eles, o jambo-vermelho (Eugenia malaccensis), nasce em árvores grandes, de folhas grandes, cuja copa tem uma forma piramidal. Esse jambeiro, extremamente ornamental, oferece, ao mesmo tempo, beleza, boa sombra e doces frutos.

Nome popular: Jaca.
Nome cientifico: Artocarpus integrifolia L.
Luminosidade: Pleno sol ou meia sombra.
Porte: Até 20 metros de altura.
Frutos: Quase o ano todo.

Para saber se a jaca está madura e boa para o consumo, veja se as saliências estão bem desenvolvidas e amarelas. Quando pressionada com os dedos, deve ter consistência firme.
O fruto é de forma ovalada, irregular, com casca grossa e áspera com pequenas saliências, verde, ou amarelada. Nascem diretamente do tronco e dos galhos mais grossos e chegam a pesar até 15 Kg. e medir até 40 cm. É um sincarpo, ou seja, infrutescência produzida pela fusão dos frutos formados pelos ovários de flores vizinhas.
A parte comestível da jaca são os frutículos encontrados no interior dos grandes sincarpos. O interior do fruto é formado por vários gomos, sendo que cada gomo contém um grande caroço recoberto por uma polpa cremosa e branca, suculenta, viscosa e cheiro forte e característico, muito aromática. Os gomos podem ser de consistência um pouco endurecida ou mole, conhecidas popularmente de jaca-mole e jaca-dura. As sementes, que são tóxicas cruas, são comestíveis quando assadas, grelhadas ou cozidas. Seu gosto lembra o das
Para saber se a jaca está madura e boa para o consumo, veja se as saliências estão bem desenvolvidas e amarelas. Quando pressionada com os dedos, deve ter consistência firme.

Nome popular: Kiwi.
Nome cientifico: Actinidia chinensis.
Luminosidade: Pleno sol.
Porte: Até 10 metros de altura.
Frutos: Abril e Maio.

O kiwi (Actinídia chinenesis Planch) é uma planta trepadeira de origem chinesa, que produz um fruto que, atualmente, é apreciado em todo o mundo. Sua cultura se difundiu pelo mundo. O plantio do kiwi é feito através de sementes ou enxertos, que produzem sua florescência entre 3 e 4 meses após o plantio. No caso da utilização de sementes, a florescência ocorre mais tardiamente. Os frutos devem ser colhidos quando ainda estiverem bem firmes na trepadeira.Possui polpa de coloração esverdeada e uma casca marrom coberta de uma espécie de micro-pêlos.
É considerado o fruto com maior quantidade de vitamina C já identificado, além de ser particularmente rico em alguns sais minerais como o magnésio.

Nome popular: Laranja.
Nome cientifico: Citrus sinensis
Luminosidade: Pleno sol.
Porte: Até 8 metros de altura.
Frutos: De Dezembro a Junho.

A laranja é um fruto cítrico produzido pela árvore chamada laranjeira nativa da Índia e suas proximidades. É bastante conhecida pelo seu baixo valor calórico, sua facilidade em se adaptar a diferentes tipos de solo (exceto os impermeáveis) e de clima, seu sabor variável entre o doce e o levemente azedo, sua ação antioxidante, sua ação fortalecedora no sistema imunológico e ainda pela sua grande quantidade de vitaminas A, B, C e ainda cálcio, fósforo, fibras, flavonóides, óleos e ferro.
É formada por gomos amarelo-claro à vermelho que abrigam o suco da fruta que é utilizado ao natural em sucos, doces e outros. Por existir várias espécies, sua acidez e seu sabor podem variar. É bastante consumida por crianças, por pessoas com problemas digestivos e intestinais e ainda melhora a condição de diabéticos e enfermos de gota.
É importante consumir a laranja logo após cortada, pois a vitamina C se oxida facilmente e perde suas propriedades.
A laranjeira se desenvolve bem em qualquer tipo de solo, mas os areno-argilosos têm melhor resposta. Os tratos culturais para a laranjeira são simples: corte dos ramos secos, não deixar frutos no chão e manter sem inços, colocando cobertura morta ao redor.

Nome popular: Limão
Nome cientifico: Citrus limon.
Luminosidade: Pleno sol.
Porte: Até 10 metros de altura.
Frutos: De Dezembro a Junho.

O limão é verdadeiramente uma jóia da natureza. Pode ser considerado o rei dos frutos curativos, sendo impressionante a quantidade e variedade das suas aplicações. No entanto, tendemos a repudiá-lo, quando pensamos no seu gosto azedo, e a minimizar as suas virtudes, tanto na manutenção e recuperação da saúde, quanto ao seu valor nutricional e possibilidades múltiplas de utilização culinária.
Um dos efeitos notáveis do limão é, por exemplo, o de combater o ácido úrico ,tomado pela manhã, em jejum (10 a 20 minutos antes do desjejum), descongestiona e desintoxica o organismo e, se usado com regularidade, erradicará por completo todos os uratos.

Nome popular: Lichia.
Nome cientifico: Litchi chinensis Sonn.
Luminosidade: Pleno sol.
Porte: Até 12 metros de altura.
Frutos: De Novembro a Janeiro.

A lichieira e uma árvore subtropical com até 12 metros de altura e de grande longevidade. Em muitos países e considerada a rainha das frutas. Perfeitamente adaptada as condições de clima do Estado de São Paulo. A colheita ocorre de novembro e janeiro, atendendo o mercado na época das festas natalinas, quando a procura e o preço são maiores.
Os frutos produzem em cachos, a casca é rugosa e de cor vermelha e fácil de ser destacada. A polpa é gelatinosa, translúcida sucosa e de excelente sabor, lembrando ao de uva itália e não é aderente ao caroço. Serve para consumo ao natural, para a fabricação de sucos, compostas e ainda para a passa.
A lichia é uma planta de clima sub-tropical, entretanto, em nossas condições tem-se verificado que plantas novas não suportam geadas muito rigorosas. Por ser um planta de grande valor é viável a sua proteção com telhados ou de outro material, durante o inverno, evitando-se danos com frio.

 
 
 
 
Brasil Paisagismo, Todos os direitos reservados 2010